“desabafinhos”

Mas nada é fácil nessa vida, ninguém disse que era. Mas de vez em quando eu acho, eu sinto que meus dias de UTI foram mais fáceis do que esse pouco e angustiante momento em que me encontro. Porque de certa forma, a saudade, o medo, e a solidão não se curam com doses de morfina. E tem outra coisa também, têm o acordar todos os dias, tem aquela musica tocando na rádio. E eu ainda não entendi, porque é que eu, mesmo não comendo há dias ainda tenho uma força imensa pra chorar. É como se a fome que eu não tenho, fosse esse excesso de dor dentro de mim. É como se eu tivesse me enchido demais de “amor”. E isso não passa com clonazepam. (já tentei, é fato). É uma escuridão sem fim que toma conta da gente, e é mais difícil de passar quando não tem ninguém em casa. De certa forma, é como se eu já não pudesse me separar disso. Ou é isso ou é sentir fome demais. E fome demais também é ruim.

[laridias]

Anúncios

~ por Larissa em 17/04/2010.

2 Respostas to ““desabafinhos””

  1. Gostei do texto e da foto também.

  2. Lindoo e tocante. Eu me sinto assim tantas vezes… e o pior é saber que em algumas delas eu poderia ter evitado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: