in memoriam

Eis que chegou o outono,  trazendo mais que folhas secas voando no vento. O dia amanheceu tão triste, sem graça, o sol já não tinha mais importância. Foi um desses dias para se lembrar pra sempre, mas não com alegria. Ah! como são tristes as partidas… partidas eternas, não mais em vida. Pra quem fica, saudade é dor irredutível, mas se consola com a partida não sofrida. Não mais. Morte não ha ninguém que entenda. Mas quem é que sabe o que a VIDA ensina?

.

Denis, querido, brilhe onde estiver. Já deixa imensas saudades.
Anúncios

~ por Larissa em 19/03/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: