A deriva

 boat in the rain
Certo dia eu tive um barco,  e estava a deriva, mas em algum lugar do tempo e espaço eu perdi os remos, já não via mais o farol. Eis que a chuva chegou, trazendo as ondas e o vento, tudo que eu pude fazer foi deitar e dormir.  Agora eu estou mergulhada em um oceano escuro e gelado tentando nadar. Afogar-se é tão mais agradável.  Ainda há luz lá em cima, eu posso ver, mas fica mais bonito olhar do fundo. Os pensamentos têm o peso de uma âncora enquanto o coração se esvazia como comportas de um navio. Talvez eu acorde numa praia, numa ilha, ou quem sabe eu não tenha algo para buscar la em baixo…  [By Lari]
Anúncios

~ por Larissa em 30/10/2009.

Uma resposta to “A deriva”

  1. Oi. Seus textos são ótimos, são bem tocantes. Eu queria saber se há um jeito de eu te seguir pelo blog, pois não encontrei.

    http://every-here.blogspot.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: